imagens, registros e reflexões sobre a versão em HQ de "As Barbas do Imperador" de Lília Moritz Schwarcz

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

o Padre Vieira e Spacca desejam a todos um Feliz Natal

Comecei a gostar do padre Antônio Vieira (1608-1897), um dos maiores escritores e oradores da nossa língua, no curso "Prática de Leitura e Formação do Estilo" do professor Rodrigo Gurgel http://www.cedetonline.com.br/index.php/professores/prof-rodrigo-gurgel , que nos apresentou o divertidíssimo "Sermão aos Peixes".

Admirar Vieira apenas por ele ter defendido os índios e os judeus, combatido a escravatura e desafiado a Inquisição, é muito pouco. De que vale admirar as ideias de um homem e não ser capaz de lê-las, ainda por cima escritas em nossa própria língua? É como admirar um livro pela capa, é gostar de uma fruta e não saber que gosto tem.

Vieira é inteligente, erudito, profundo, lógico, irônico, original e um tremendo artista da língua portuguesa, sempre eufônico, faz música com palavras.

Vale a pena nos tornarmos melhores leitores para ler Vieira. As citações em latim podem assustar, embora traduzidas no próprio texto, mas quase nunca ao pé da letra - Vieira gosta de florear, e extrair de cada citação muito mais do que ela aparentemente diz. Vale a pena vencer o preconceito linguístico contra a "norma culta", injustamente acusada de ser a "língua das elites". Nada mais falso. Machado de Assis e Lima Barreto que o digam. Rompamos o apartheid linguístico que deseja encerrar as gerações de hoje no gueto do presente e da língua mais tosca. A verdadeira diversidade inclui, não exclui, os melhores textos e autores. Mas Paz, Paz...

Leiamos e ouçamos Vieira, deixemos falar Vieira. Se os romanos perderam o seu latim, vamos nos esforçar para não perder o nosso português.
Feliz Natal! E um 2014 com muita saúde, coragem e alegria.
(clique nas páginas para ampliar)

 


 

8 comentários:

  1. Bom trabalho,parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Como sempre um trabalho excepcional. Um grande abraço
    Osvaldo de Sousa

    ResponderExcluir
  3. Republiquei os quadrinhos em meu blog com indicação do autor. Se tiver algum problema me avisa que retiro. Obrigado.
    http://liberatusconscientiae.blogspot.com.br/2013/12/o-verbo-que-se-ve.html

    ResponderExcluir
  4. Adorável! Esse tipo de coisa deveria ser feita com maior frequência e constância!

    ResponderExcluir